sexta-feira, abril 01, 2005

Perdendo o ar



Estou escondida em um canto escuro
deste dia ensolarado
Detida em minha imaginação
Acuada, adulta
Vago pensando em dinheiro
Sou o poço mais profundo da ambição
Minha mente não corre mais em campos
Não brinca de balanço
Ninguém segura minha mão
Estou em pânico,
perdendo o ar...
sem rima,
sem musica,
sem inspiração.


Nunca redigi um texto, sem rimas, sem versos falando de mim pra quem me prestigia e lê o meu blog. Talvez seja porque nunca precisei de aprsentações formais, já que todos os visitantes são próximos de mim...

Hoje, não sei porque, por um momento me senti sem vida, sem criatividade, seca, totalmente improdutiva... totalmente ao avesso do que costumo ser... Não me perguntem porque, nem eu tentei entender...

6 comentários:

Anônimo disse...

oi minha querida, vou usar a palavra querida porque eu muito estimo a sua pessoa como amiga como mulher, esta muito boa a sua poesia espero poder ouvir as suas canções risos de amizades

Princess Poly disse...

Amiga!
Até sem inspiração vc é poética!
Minina!
Vou fazer uma comunidade no Iogurte:
"Pago pau pras criações de Rerbby"
Num pago pra vc pq já eh viadagi!
E vc vai s achar d+!
Hehehe
bjo
Daki a pouco tow aih em Ssa!
fuuuuuuui

Princess Poly disse...

Qm é esse anonymous?
Who are you???????
hehehe

Samy disse...

Oie Rebeca!!!! Bom, todos nós temos aquele dia em q nada sai bem ou estamos sem criatividade... Procure viver seus dias da melhor forma possível e p esses dias chatos... Paciência!!! Rs... Fica com Deus.... Beijossss

Moni disse...

poxa...se ela criar a comunidade eu vou entrar!!!uhuhuhuhuh!tb gosto muito dos seus textos, beca!!
esses dias assim sempre acontecem...
:/
eu acho chatao!!parece q nao somos nós!
:/
mas é isso!!bjuuuuuuuus!!

Anônimo disse...

Poco entiendo del Portugues, pero el tipo de pensamiento es muy interezante y con mucha profundidad.
Felicidades